Pet Shop ou Petshop – Origem e Significado do nome Pet shop no Brasil E a violação dos direitos dos animais !!!


Pet Shop ou Petshop – Origem e Significado do nome Pet shop no Brasil E a violação dos direitos dos animais

Pet Shop ou Petshop – Origem e Significado do nome Pet shop no Brasil

A expressão Pet Shop ou Petshop no Brasil ou Brazil é muito utilizada no Brasil. É uma palavra de origem inglesa e significa shopping de animais ou loja de produtos para animais de estimação. Pet significa animal de estimação e Shop seria a abreviatura de shopping.

Logo, se você quiser procurar na web 2.0 lojas de produtos para animais de estimação no Brasil ou Brazil deverá utilizar a nos motores, sítios ou sites de busca a expressão pet shop ou petshop.

Uma loja de animal de estimação ou shopping de produtos ou acessórios para animais de estimação vende ração para cães e gatos, camas ou caminhas para cães e gatos, bijuterias e jóias para cães e gatos, vestidos e roupas para cães e gatos, produtos de luxo para cães e gatos, produtos de higiêne e beleza para cães e gatos, brinquedos para cães e gatos, acessórios variados para cães e gatos, laços para cães e produtos para amantes de animais de estimação e produtos personalizados das raças.

No Reino Unido e em muitos outros países de primeiro mundo, onde os direitos dos animais são observados, as lojas de pet shop ou petshop não vendem animais de estimação.

“Infelizmente, no Brasil, proliferam lojas de animais que exploram a comercialização de animais de estimação e os mantém por dias e até meses presos em minúsculas gaiolas, isto apesar de estarem cientes de que estes animais não podem permanecer presos este tempo todo e que muitas vezes são acometidos por doenças por estarem expostos a outros animais doentes que são levados para tratamento na loja por outros donos”.

No resto do mundo, existe diferença entre Locais de atendimento Veterinário, serviços de medicina veterinária, e loja de shopping de produtos para animais, onde se vende remédidos para eles inclusive.

Aqui, há infinitos locais em que os veterinários também cuidam da higiêne e saúde dos animais e muitos são encaminhados para o Banho e tosa, clínicas de estética, quando já estão doentes, com carrapatos, pulgas e outras doenças zoonóticas.

O absurdo é tanto que a cada dia mais se multiplicam esse tipo de estabelecimento comercial e não se investe em hospitais veterinários e em pesquisa veterinária. Os profissionais veterinários enfrentam todo tipo de desrespeito e são obrigados a fazerem os procedimentos cirúrgicos que mais rentabilidade dê as empresas. A maioria não recebe nem um piso salarial e seus saberes profissionais são desprezados pelo explorador do negócio do bicho, proprietário desse tipo de estabelecimento ! Frise-se que, em Santos, SP, conheço veterinários que são obrigados a trabalhar por comissão !

Nos países de primeiro mundo, onde os direitos dos animais são respeitados, os veterinários ou clínicas de estética e saúde funcionam em locais diferentes daqueles em que se comercializa animais e/ou produtos para animais de estimação, dentre eles remédios. As lojas de shopping, ou as pet boutiques, não se vende animais, mas somente produtos ou acessórios para animais de estimação.

Os animais que serão comercializados não ficam em clínicas veterinárias ou lojas de shopping para animais. Tais estabelecimentos são melhor fiscalizados e conseguem oferecer estada digna e com condições de saúde aos animais.

O que quero falar com tudo isso é: ” E os direitos dos animais? E a ética veterinária? Onde está a aplicação das Leis de defesa dos animais e do consumidor?

O Brasil possui legislação que regulamenta os direitos dos animais, mas qual tem sido a sua aplicação? E os tratados internacionais assinados pelo Brasil? E a declaração Universal dos Direitos do Animal?

Em 27 de janeiro de 1978, homens da Terra se uniram e aprovaram a resolução dada pela ONU a respeito dos direitos dos animais. Tais direitos foram registrados quando a UNESCO proclamou a Declaração Universal dos Direitos do Animal.O selo ao lado foi emitido pelas Nações Unidas de Nova Iorque, em 1993. O Dr. Georges Heuse, cientista e secretário geral do Centro Internacional de Experimentação de Biologia Humana, foi quem propôs tal Declaração…

Os direitos dos animais devem ser defendidos por lei como os direitos dos humanos. Apesar disso, a Declaração permanece desconhecida e, o que é pior, desrespeitada pelos homens nos dias atuais…

Tenho duas séries da ONU alusivas a Assembléias Gerais, no entanto eu preciso de alguma coisa sobre a ONU alusiva aos Direitos dos Animais… O dia 4 de outubro é o Dia dos Animais… Também não sei se existe algo relacionado com esta data…

Penso que não existe nenhuma emissão filatélica sobre os Direitos dos Animais… Por favor, você alguém poderia me informar?

Declaração Universal dos Direitos do Animal

* Art. 1º
Todos os animais nascem iguais diante da vida e têm o mesmo direito à existência.
* Art. 2º
a) Cada animal tem o direito ao respeito.
b) O homem, enquanto espécie animal, não pode atribuir-se ao direito de exterminar os outros animais ou explorá-los, violando este direito. Ele tem o dever de colocar a sua consciência a serviço dos outros animais.
c) Cada animal tem o direito à consideração, à cura e à proteção do homem.
* Art. 3º
a) Nenhum animal deverá ser submetido a maltrato e a atos cruéis.
b) Se a morte de um animal é necessária, deve ser instantânea, sem dor nem angústia.
* Art. 4º
a) Cada animal que pertence a uma espécie selvagem tem o direito de viver livre no seu ambiente natural terrestre, aéreo ou aquático e tem o direito de reproduzir-se.
b) A privação da liberdade, ainda que para fins educativos, é contrária a este direito.
* Art. 5º
a) Cada animal pertecente a uma espécie que vive habitualmente no ambiente do homem tem o direito de viver e crescer segundo o ritmo e as condições de vida e de liberdade que são próprias da sua espécie.
b) Toda modificação deste ritmo e destas condições impostas pelo homem para fins mercantis é contrária a este direito.
* Art. 6º
a) Cada animal que o homem escolher para companheiro tem o direito a uma duração de vida, conforme a sua natural longevidade.
b) O abandono de um animal é um ato cruel e degradante.
* Art. 7º
Cada animal que trabalha tem o direito a uma razoável limitação do tempo e intensidade do trabalho, a uma alimentação adequada e ao repouso.
* Art. 8º
a) A experimentação animal que implica em um sofrimento físico e psíquico é incompatível com os direitos do animal, quer seja uma experiência médica, científica, comercial ou qualquer outra.
b) As técnicas substutivas devem ser utilizadas e desenvolvidas.
* Art. 9º
No caso de o animal ser criado para servir de alimentação, deve ser nutrido, alojado, transportado e morto sem que para ele resulte ansiedade ou dor.
* Art. 10º
a) Nenhum animal deve ser usado para divertimento do homem.
b) A exibição dos animais e os espetáculos que utilizam animais são incompatíveis com a dignidade do animal.
* Art. 11º
O ato que leva à morte de um animal sem necessidade é um biocídio, ou seja, um delito contra a vida.
* Art. 12º
a) Cada ato que leva à morte de um grande número de animais selvagens é um genocídio, ou seja, um delito contra a espécie.
b) O aniquilamento e a destruição do ambiente natural levam ao genocídio.
* Art. 13º
a) O animal morto deve ser tratado com respeito.
b) As cenas de violência de que os animais são vítimas devem ser proibidas no cinema e na televisão, a menos que tenham como fim mostrar um atentado aos direitos do animal.
* Art. 14º
a) As associações de proteção e de salvaguarda dos animais devem ser representadas a nível de governo.
b) Os direitos do animal devem ser defendidos por leis, como os direitos do homem.

Abaixo, um bloco da França emitido em 1989 sobre a Declaração dos Direitos do Homem… John Peters Humphrey foi o autor da Declaração Universal dos Direitos Humanos (Canadá de 1998 – Scott: 1761).
1989 – Yvert: B11. Scott: 2164/2167 e 2168. Declaração dos Direitos do Homem. NT

O Brasil já tem em sua população o sentimento de repúdio aos maus tratos, à violencia contra os animais, tanto que possui diversos organismos que lutam pela defesa dos animaie. E por quê ainda estamos nesse estágio?

Quando iremos aprender a respeitar os animais? Quando as leis irão de fato proteger os cidadãos e os animais?

“Está na hora de nós cidadãos cônscios e amantes dos animais exigirmos leis de nossos vereadores, deputados e senadores que nos dê condições de mudar a triste realidade brasileira de exploração e degradação da vida animal”
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pet_shop

Andrea Mendes Lyra – Advogada, Pós graduanda em MBA em Marketing pela FGV-SP, Consultora, Professora e defensora da causa animal. Proprietária da Loja Virtual Planeta Megamix Petshop e Pet Boutique (petshopplaneta) [1] Voluntária do Movimento Bandeirante e atualmente é Assessora de Coomunicação do Núcleo de Bandeirantes de Santos. Movimento Bandeirante [2]

Blogged with the Flock Browser

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: